gallery/startbootstrap-freelancer-img-profile

Copyright © www.missaodapaz.com.br 2018

Psicanálise Clínica

No Curso de Formação em Psicanálise do Centro de Educação Pesquisa e Formação Livre do Instituto Missão da Paz, você estudará 4 (quatro) Módulos cada um com  06 (seis) disciplinas contendo ao todo 24 matérias. E no final do curso você receberá em casa, pelos Correios ou Via e-mail, e um lindo diploma acompanhado do Histórico Escolar.

Curso de Formação em Psicanálise visa a formação no campo psicanalítico, bem como a formação de profissionais de Psicanálise. Não se limita, porém, a isso. O currículo apresenta suficiente flexibilidade para as adaptações indispensáveis às diferenças de indivíduos e de grupos, principalmente no caso de profissionais e acadêmicos da área de psicanálise, psicologia, psiquiatria, filosofia, direito, teologia, educação, ciências humanas e demais interessados no tema.

PUBLICO ALVO: Pessoas que atuam na área de ciências humanas (medicina, psicologia, psiquiatria, enfermagem, filosofia, direito, teologia, educação, pedagogia, letras, etc) e áreas afins; pastores, missionários, conferencistas, líderes; profissionais interessados no trabalho clínico em Psicanálise: psicólogos e psiquiatras, médicos, terapeutas ocupacionais, assistentes sociais, enfermeiros que trabalham nos diversos serviços de Saúde: hospitais, núcleos de atenção psicossocial, centros de saúde, projetos judiciários, empresas, escolas, serviços de urgência e outros.

JUSTIFICAÇÃO: Há uma grande necessidade de psicanalistas para orientar as pessoas na solução de seus problemas existenciais, tais como: fobias, ansiedades, depressões, obsessões, impulsos auto e heteroagressivos, angústias e crises de toda ordem. O profissional de Psicanálise ajudará a sociedade a ficar mais humana e a vida a ter mais sentido!

CAMPO DE ATUAÇÃO: Segundo o CB0 nº 2515-50 do Ministério do Trabalho e Emprego, no final do

Curso de Formação em Psicanálise você estará preparado para atuar nas seguintes áreas:

AVALIAR COMPORTAMENTOS INDIVIDUAL, GRUPAL E INSTITUCIONAL.

Triar casos, entrevistar pessoas, levantar dados pertinentes, observar pessoas e situações, escutar pessoas ativamente. Investigar pessoas, situações e problemas, escolher o instrumento de avaliação, aplicar instrumento de avaliação, sistematizar informações, elaborar diagnósticos, elaborar pareceres, laudos e perícias, responder a quesitos técnicos judiciais, devolver resultados (devolutiva).

ANALISAR, TRATAR INDIVÍDUOS, GRUPOS E INSTITUIÇÕES

Propiciar espaço para acolhimento de vivencias emocionais (setting), oferecer suporte emocional, tornar consciente e inconsciente, propiciar a criação de vínculos paciente-terapeuta, interpretar conflitos e questões, elucidar conflitos e questões, promover a integração psíquica, promover o desenvolvimento das relações interpessoais, promover desenvolvimento da percepção interna, mediar grupos, família e instituições para solução de conflitos, dar aula.

ORIENTAR INDIVÍDUOS, GRUPOS E INSTITUIÇÕES

Propor alternativas para solução de problemas, informar sobre o desenvolvimento do psiquismo humano, aconselhar pessoas, grupos e famílias, orientar grupos profissionais, orientar grupos específicos (pais, adolescentes, etc., assessorar instituições.

ACOMPANHAR INDIVIDUOS, GRUPOS E INSTITUIÇÕES

Acompanhar impactos em intervenções, acompanhar o desenvolvimento e a evolução do caso, acompanhar o desenvolvimento de profissionais sem formação e especialização, acompanhar resultados de projetos, participar de audiências.

EDUCAR INDIVIDUOS, GRUPOS E INSTITUIÇÕES

Estudar caso em grupo, apresentarem estudos de caso, ministrar aulas, supervisionar profissionais da área e de áreas afins, realizar trabalhar para desenvolvimento de competência e habilidades profissionais, formar psicanalistas, desenvolver cursos para grupos específicos, confeccionar manual educativo, desenvolver curso para profissionais de outras áreas, propiciar recursos para o desenvolvimento de aspectos cognitivos, acompanhar resultados de curas, treinamento.

DESENOLVER PESQUISAS EXPERIMENTAIS, TEÓRICOS E CLÍNICAS

Investigar o psiquismo humano, investigar o comportamento individual, e grupal e institucional, definir o problema e objetivos, pesquisar bibliografias, definir metodologia de ação, estabelecer parâmetros de pesquisa, construir instrumentos de pesquisa, coletar dados, organizar dados, compilar dados, fazer leitura de dados, integrar produtos de estudos de caso.

COORDENAR EQUIPES DE ATIVIDADES DE ÁREAS AFINS

Planejar as atividades da equipe, programar atividades gerais, programar atividades da equipe, distribuir tarefas a equipe, trabalhar a dinâmica da equipa, monitorar atividades das equipes, preparar reuniões, coordenar reuniões, coordenar grupos de estudos, organizar eventos, avaliar propostas e projetos, avaliar e executar as ações.

PARTICIPAR DE ATIVIDADES PARA CONSENSO E DIVULGAÇÃO PROFISSIONAL

Participar de palestras, debates, entrevistas, seminários, simpósios, participar de reuniões científicas (Congressos, etc.), publicar artigos, ensaios de livros científicos, participar de comissões técnicas, participar de conselhos municipais, estaduais e federais, participar de entidades de classe, participar de evento junto aos meios de comunicação, divulgar práticas do psicanalista, fornecer subsídios às estratégias organizacionais, fornecer subsídios à formação de políticas organizacionais, buscar parcerias, ética e organizacional.

REALIZAR TAREFAS ADMINISTRATIVAS

Redigir pareceres, redigir relatórios, agendar atendimentos, receber pessoas, organizar prontuários, criar cadastros, redigir ofícios, memorandos e despachos, compor reuniões administrativas técnicas, fazer levantamento estatístico, comprar material técnico, prestar contas.

DEMONSTRAR COMPETÊNCIAS PESSOAIS

Manter sigilo, cultivar a ética, demonstrar ciência sobre o código de ética profissional, demonstrar ciência sobre a legislação pertinente, demonstrar bom senso, respeitar os limites de atuação, ser psicanalisado, ser psicoterapeutizado, demonstrar continência (Acolhedor), demonstrar interessa pela pessoa, ser humano, ouvir ativamente (saber ouvir), manter-se atualizado, contornar situações adversas, respeitar valores e crenças dos clientes, demonstrar capacidade de observação, demonstrar habilidade de questionar, amar a verdade, manter o setting, demonstrar autonomia de pensamento, demonstrar espírito crítico, respeitar os limites do cliente e tomar decisões em situações de pressão.

DURAÇÃO DO CURSO: Depende da disponibilidade de tempo do aluno, da sua dedicação, compromisso e esforço pessoal. Geralmente, nossos alunos fazem nossos cursos em média de 06 (seis) a 12 (doze) meses.

GRADE CURRICULAR     

Nossa grade, e  projetos pedagógicos de cada curso que apresentamos foram avaliados por equipes de especialistas em educação, mestres e doutores, obtendo conceito "A". Está distribuída da seguinte forma:

1º Módulo

 

DISCIPLINAS /UNIDADES

Horas /Aula

Créditos

Introdução à Psiquiatria

60

06

Aconselhamento de Dependentes Químicos

60

06

Aconselhamento de Idosos

60

06

Integração de Freud, Lacan e Jung

60

06

Interpretação de Sonhos

60

06

Interpretação de Sonhos II

60

06

2º Módulo

 

DISCIPLINAS/UNIDADES

Horas /Aula

Créditos

Introdução à Terapia Freudiana I

60

06

Introdução à Terapia Freudiana II

60

06

Neuroses e Psicoses

60

06

Psicanálise da Religião

60

06

Psicanálise Existencial

60

06

Psicanálise Intuitiva

60

06

3º Módulo

 

DISCIPLINAS /UNIDADES

Horas /Aula

Créditos

Psicanálise Quântica

60

06

Sexologia

60

06

Teoria Psicanalítica

60

06

Teoria da Personalidade

90

06

Teoria do Aconselhamento

60

06

Teoria de Melaine Klein

60

06

4º Módulo

 

DISCIPLINAS /UNIDADES

Horas / Aulas

Créditos

Terapia Clínica de Sigmund Freud

60

06

Terapia Junguiana

60

06

Terapia Lacaniana

60

06

Toxicologia

60

06

A Psiquiatria no Brasil

60

06

O Papel da Psiquiatria Psicanalítica

60

06

Trabalho monográfico:

120

12

     

Total Geral da carga horária do curso

1.560

156


 

Requisito para receber o diploma:

a). Avaliação: O aluno recebe uma única avaliação no final do último módulo, na mesma engloba todo conteúdo  abordado durante o curso. A nota mínima de aprovação é 7,0 para cada módulo.

b). Estágio: O formando recebe no final do curso 10 (dez) casos fictícios, ambos voltados para a prática psicanalítica. Com base nos casos apresentados, o aluno deverá elaborar e enviar para a CEPFOL no mínimo 05 (cinco) análise ditada.

 Dúvidas:

1. Eu recebo o Diploma e Histórico sem fazer as análises didatas?

Resposta: Sim, pois o Diploma e Histórico o aluno recebe mediante aprovação na prova final.

2. Posso me filiar a qualquer Associação Brasileira de Psicanálise, ou o sindicato dos Psicanalistas da minha Cidade (região)?

Resposta: Pode, mas a CEPFOL só fornece Atestado de Análise Didata (estágio), mediante aprovação do aluno nas análises didatas previstas no requisito da alínea "a".

2. Para  filiar a qualquer Associação Brasileira de Psicanálise, ou o sindicato dos Psicanalistas da minha Cidade (região), precisa do  Atestado de Análise Didata (estágio)?.

Resposta: Não é necessário, pois a profissão de Psicanalista é livre, ou seja, não é uma profissão regida por Lei. Assim, a exigência de documentos para filiar é exclusivamente de ambos(as).

 

3. Para mim atuar como Psicanalista, é obrigatório está filiado a uma Associação Brasileira de Psicanálise, ou no sindicato dos Psicanalistas da minha Cidade (região)?

 

Resposta: Não, pois a profissão de Psicanalista é livre, ou seja, não é uma profissão regida por Lei. Não existe essa obrigatoriedade, portanto, a área de psicanálise pode ser exercida por qualquer pessoa desde que tenha formação e conhecimento para exercê-la.